MEIO AMBIENTE

A consciência atual de que o manejo adequado do meio ambiente é o segredo para a melhor qualidade de vida da humanidade e para a própria sobrevivência da terra, representa uma base sólida para a defesa da questão ambiental.

As atividades humanas não podem ser indiferentes aos atuais conceitos e exigências das leis ambientais. Não há como pensar na vida humana moderna sem o concurso dos bens naturais minerais e vegetais e sem o compromisso de se garantir o mínimo dano ao meio ambiente, bem como sua devida recomposição. 

Felizmente, o setor mineral brasileiro progrediu muito, nos últimos decênios, ao acatar a doutrina universal da ecologia, compreendendo e respeitando o desenvolvimento sustentável. 

Nas sociedades modernas existe o compromisso das empresas de mineração descobrirem novas reservas, manterem e expandirem suas produções em harmonia e respeito ao ambiente natural.  Observa-se uma crescente conscientização e preocupação em atender às demandas da geração atual, como também aquelas das futuras gerações. 

A MTS exerce suas atividades minerais consciente dos impactos ambientais gerados pela extração do minério de tungstênio e procura tomar medidas e providências que permitam reduzi-los ou minimizá-los.

Os fatores ambientais mais afetados na extração de scheelita estão relacionados ao solo (erosões), flora (abertura de acessos e picadas), ar (britagem e detonações), poluição sonora (marteletes pneumáticos), gases (ustulação da pirita) e alterações estéticas da paisagem (pilhas de rejeito). As águas pluviais estão sendo drenadas para evitar o acúmulo nas galerias do subsolo. 

A MTS não usa efluentes químicos na usina de beneficiamento do minério.